O Centro Universitário IMEPAC Araguari iniciou suas atividades em 24 de setembro de 2001, abrindo novas perspectivas para a educação e o desenvolvimento econômico e social do município e região e hoje possui dezessete cursos em funcionamento: Administração, Agronomia, Ciências Contábeis, Direito, Educação Física, Enfermagem, Engenharia de Produção, Engenharia Civil, Farmácia, Medicina, Medicina Veterinária, Nutrição, Pedagogia, Psicologia, Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas, Tecnologia em Gestão Hospitalar e Tecnologia em Gestão de Recursos Humanos.

Em 1968 deu-se o início da história da instituição, com a então FUNEC – Fundação Educacional e Cultural de Araguari que mantinha alguns cursos de licenciatura.

Em 2001, com a necessidade de dar maior dimensão ao ensino superior em Araguari, a direção da FUNEC decidiu pela sua incorporação à Fundação Presidente Antônio Carlos – FUPAC, tendo sido credenciada como Campus da Universidade Presidente Antônio Carlos – UNIPAC.

No ano de 2002, iniciou-se um processo de expansão gradativa e responsável, sintonizado com as demandas da cidade e região, com a criação dos cursos de Ciências Contábeis, Enfermagem e Pedagogia.

Em 2004 foram criados os cursos de Administração e Nutrição. Em 2005, os cursos de Direito e Medicina. Em 2007, o curso de Educação Física e, em 2008, o de Farmácia.

Também em 2008, a Fundação Presidente Antônio Carlos (além de outras fundações educacionais de Minas Gerais), antes supervisionada e regulada pelo Sistema Estadual de Ensino de Minas Gerais, passou a integrar o Sistema Federal de Ensino.

Em 2011, a instituição se desmembra da UNIPAC, se constituindo como Faculdade Presidente Antônio Carlos de Araguari, da mesma forma mantida pela Fundação Presidente Antônio Carlos – FUPAC.

Em 2014, por meio da Portaria SERES 717/2014, o Instituto de Administração & Gestão Educacional Ltda torna-se o mantenedor do IMEPAC, que recebe novo nome, Instituto Master de Ensino Presidente Antônio Carlos – IMEPAC Araguari, mantendo seus propósitos de crescimento e continuidade, alicerçado nos preceitos de responsabilidade social e sustentabilidade socioambiental, aproximando-se cada vez mais da comunidade e promovendo a necessária aliança entre o ensino, a pesquisa e a extensão.

Também em 2014, o IMEPAC recebe autorização para implantação dos cursos de Engenharia de Produção e Medicina Veterinária. E, em 2016, para os cursos de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas e Engenharia Civil.

Em 2016, o IMEPAC inaugura o Centro Ambulatorial Dr. Romes Nader com 43 consultórios modernos e totalmente equipados, objetivando aumentar sua inserção na comunidade, prestando atendimentos ambulatoriais em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde/SUS.

Entendendo a importância da inovação e das tecnologias no processo de ensino-aprendizagem, também em 2016, o IMEPAC protocola pedido para seu credenciamento na modalidade EaD, com autorização de 4 cursos, recebendo autorização provisória para a oferta em 2018 dos cursos de Administração, Ciências Contábeis, Análise e Desenvolvimento de Sistemas e Gestão de Recursos Humanos. Em 2018, recebeu, ainda, autorização para implantação do curso de Psicologia.

No ano de 2019, a instituição investe fortemente na sua infraestrutura e em tecnologia, inaugurando o Centro de Simulação Realística para a área da Saúde – o maior da América Latina – a Clínica Veterinária, a Fazenda Escola, dentre outros espaços, incluindo o início das obras do Hospital de Ensino. Neste mesmo ano, colhendo os frutos de todos os investimentos, o IMEPAC obtém o seu Credenciamento definitivo para oferta da modalidade EaD e o Credenciamento como Centro Universitário, ambos com conceito máximo (CI 5).

Em 2020, autorizados pelo Conselho Universitário, inicia-se os cursos de Agronomia e Tecnologia em Gestão Hospitalar.

Esse olhar sempre atento às melhores práticas na educação superior faz do Centro Universitário IMEPAC Araguari uma referência de gestão, tomando decisões com base nos resultados da avaliação institucional, promovendo uma interlocução com a comunidade acadêmica e garantindo, com isso, que os avanços sejam percebidos e reconhecidos como frutos de sua participação.

As ações com vistas às melhorias acontecem continuamente e são de extrema relevância na busca pela excelência no ensino, na pesquisa, na extensão e na gestão. Os frutos desse trabalho são percebidos nos indicadores de qualidade do MEC/INEP, nos quais obteve IGC 4 (2018) e CI 5 (2019), e também no reconhecimento da comunidade sobre o importante papel da instituição no desenvolvimento econômico, social, educacional e cultural da cidade e região.

O Centro Universitário IMEPAC entende que esse estreitamento dos laços com a comunidade é fundamental para o alcance de sua visão e a concretização de sua missão, o que aumenta sua responsabilidade na manutenção dos mais de 30 projetos e atividades de extensão como as escolinhas de educação infantil, a escolinha de esportes, os atendimentos médicos em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde e o SUS, a Central de Idiomas, os projetos com a ASCAMARA, Casa Lar e Casa de Davi, dentre outros, que propiciam a formação humana de seus alunos e a aplicação dos conhecimentos aqui construídos na busca por uma sociedade mais justa, inclusiva e igualitária.

MISSÃO

Atuar como protagonista na sociedade, utilizando metodologias inovadoras e recursos tecnológicos avançados, objetivando preparar o cidadão para ser um profissional ético, comprometido com a universalidade da vida nos aspectos científico, humanístico, social, político, econômico, cultural e ambiental.

VISÃO

Ser uma instituição reconhecida pelos seus valores, consolidada no mercado, com contínuo aprimoramento profissional e integrada na sociedade.

VALORES E PRINCÍPIOS

        I.            Respeito às leis e princípios éticos nas relações;

      II.            Responsabilidade social, respeitando a diversidade, a inclusão e a sustentabilidade;

    III.            Comprometimento com a formação integral do aluno e o mercado de trabalho;

    IV.            Compromisso com a inovação, eficiência e meritocracia nas relações institucionais.