Receita Federal em Uberlândia/MG em parceria com o IMEPAC inaugura Núcleo de Apoio Contábil e Fiscal em Araguari/MG

A Receita Federal em Uberlândia/MG e o Instituto Master de Ensino Presidente Antônio Carlos (Imepac) assinarão o Acordo de Cooperação Técnica (ACT) para implantação do Núcleo de Apoio Contábil e Fiscal (NAF) em Araguari/MG.

 

A cerimônia para assinatura do ACT aconteceu hoje, 24 de novembro, às 17h, na sede do Imepac, Avenida Minas Gerais, 1889 – Centro, Araguari/MG.

 

Participarão da solenidade os superintendentes da Receita Federal na Sexta Região Fiscal, os auditores-fiscais Mário José Dehon São Thiago Santiago, Orlando Soares dos Santos e Guilherme Henrique Diogo Ferreira; o delegado e o delegado adjunto da Delegacia da Receita Federal em Uberlândia, os auditores-fiscais Eduardo Antônio Costa e Luiz Cláudio Martins Henriques, respectivamente; a chefe do Posto de Araguari, a assistente-técnico administrativa Geordana Mendonça Curcino, junto com o reitor do Imepac, José Júlio Antunes Lafayette, a pró-reitora Divânia Araújo Freitas,  o diretor acadêmico de outros cursos, Roberto Félix Iasbik e o atual coordenador do curso de Ciências Contábeis Décio Siciliano Turci.

A apresentação do NAF para a comunidade acadêmica do Instituto aconteceu em evento on-line, no dia 16 de novembro, das 19h às 20h.

 

O objetivo da Receita Federal com a implantação do NAF, em parceria com as instituições de ensino superior, é promover uma melhor qualificação dos futuros profissionais de Contábeis, disponibilizar a prestação de serviços fiscais a contribuintes carentes e desenvolver a moral tributária e a cidadania na sociedade.

 

O NAF traz benefícios para todos os parceiros envolvidos no projeto: a Receita Federal, a sociedade, a instituição de ensino e os alunos. A Receita Federal dissemina o conhecimento fiscal, contribuindo para a diretriz internacional de melhoria contínua de programas de assistência tributária. Os contribuintes que não têm acesso ao serviço de um escritório de Contabilidade conseguem obter orientação contábil e fiscal de forma gratuita. Os estudantes chegam melhor capacitados ao mercado de trabalho. E as instituições de ensino formam melhores profissionais e aumentam o envolvimento com a comunidade.

 

“O Acordo de Cooperação Técnica assinado entre a Receita Federal e o Imepac vai propiciar aos alunos e professores o acesso a uma qualificação profissional diferenciada, através de treinamentos ofertados pelos instrutores da própria Receita Federal. Assim, estes alunos poderão realizar atendimentos à população carente e ao microempreendedor individual (MEI), visando colocar em prática, em prol da sociedade, o conhecimento adquirido. Reforçamos que o principal objetivo do NAF é contribuir para a melhor formação do futuro contador. Por isso, é necessário alinhar teoria e prática na formação profissional, buscando sempre capacitar este aluno para o mercado de trabalho”, palavras do delegado da Receita Federal em Uberlândia, o auditor-fiscal Eduardo Antônio Costa.

 

“A instalação do Núcleo de Apoio Contábil e Fiscal – NAF-Imepac vem de encontro com o objetivo geral do curso de Ciências Contábeis Imepac que é: formar o profissional de Ciências Contábeis com os conhecimentos, habilidades e atitudes necessárias para o pleno exercício da profissão, comprometido com a universalidade da vida nos aspectos científico, humanístico, social, político, econômico, cultural e ambiental e com a comunidade onde está inserido.

Resumidamente, outros objetivos que corroboram com a instalação do NAF no Centro Universitário Imepac:

 

1) Promover a aproximação com a comunidade por meio da extensão, levando o conhecimento construído para além dos muros da instituição, contribuindo com o desenvolvimento econômico, social, ambiental e cultural da região dos polos de oferta do curso;

2) Proporcionar aos nossos discentes, o desenvolvimento e a interdisciplinaridade na área tributárias, contábil, Tecnologia da informação e respaldo legal.;

3) Contribuir para a melhoria da sociedade por meio da formação de contadores com visão holística e sistêmica do mundo, do funcionamento das diversas organizações públicas ou privadas e do ambiente em que estão inseridas, alicerçados na ética e na responsabilidade social e ambiental;

4) Propiciar as condições para que o futuro contador seja capacitado a: compreender as questões científicas, técnicas, sociais, econômicas e financeiras, em âmbito nacional e internacional e os diferentes modelos de organização; apresentar pleno domínio das responsabilidades funcionais envolvendo apurações, auditorias, perícias, arbitragens, noções de atividades atuariais e de quantificações de informações financeiras, patrimoniais e governamentais, com a plena utilização de inovações tecnológicas; e revelar capacidade crítico-analítica de avaliação, quanto às implicações organizacionais com o advento da tecnologia da informação;

5) Possibilitar ao discente dos cursos de Ciências Contábeis, Sistema de Informação, Administração e Direito, por meio do ensino, extensão e iniciação científica, uma formação profissional dotada de competências e habilidades técnicas e humanas que lhe permita o pleno cumprimento de sua responsabilidade perante a sociedade, o meio ambiente e as organizações onde atuará;

6) Com o apoio da Receita Federal, essa parceria irá levar um tratamento diferenciado de serviços contábeis e fiscais gratuitos para pessoas físicas e jurídicas de menor poder aquisitivo”, declarou o reitor do Imepac.

 

 

Na ocasião, agradecemos ao professor Érico Roberto Chiovato, ex-coordenador do curso de Ciências Contábeis que iniciou esse projeto junto à Receita Federal. É de extrema importância para nossa instituição fazer parte de projetos como este, que visam oferecer mais experiências práticas e técnicas aos nossos discentes.