NOTA DE ESCLARECIMENTO

O Instituto Master de Ensino Presidente Antônio Carlos – IMEPAC Centro Universitário, em atenção a seus alunos, colaboradores e à sociedade araguarina, vem repudiar as publicações e comentários veiculados nas redes sociais Facebook e WhatsApp, de modo a reestabelecer a verdade, o nome e a honradez da instituição e seus gestores.
Em razão das distorcidas assertivas, o IMEPAC esclarece que durante o último final de semana aconteceu em Araguari um grandioso evento desportivo estudantil – o INTERMED/DF, que trouxe grande fomento ao comércio local e à rede hoteleira, bem como aos bares e restaurantes de nossa querida cidade, tendo em vista que milhares de pessoas de várias partes do país vieram para Araguari.
Tal evento foi fruto de uma dedicada e competente organização de vários estudantes participantes.
Diferentemente do que foi veiculado, o IMEPAC não participou e, de nenhuma forma, foi o responsável por tal evento, porém deixa público que aplaude a iniciativa de alunos que visem o incentivo ao esporte e à interação da classe dos estudantes, tanto desta instituição, quanto com relação aos demais, oriundos dos mais diversos lugares do Brasil, desde que pautadas nas mais elevadas condutas éticas, morais e legais.
O IMEPAC lamenta que algumas pessoas estejam denegrindo a sua imagem nas redes sociais e também em alguns meios de comunicação que não atendem às boas práticas do jornalismo, atribuindo, levianamente, ao IMEPAC, bem como aos seus dirigentes, atitudes pelas quais não possuem qualquer responsabilidade eis que, como anunciado acima, não participaram da realização do referido evento. Aliás, o IMEPAC e seus dirigentes desconhecem os detalhes de todo o apoio logístico do evento.
Registra-se, ainda, que as malsinadas afirmações foram divulgadas criminosamente por um perfil falso do Facebook, utilizando-se indevidamente do nome da Claerrô Sorvetes, conhecido estabelecimento comercial situado nesta cidade, o que, inclusive, já ensejou providências perante as autoridades policiais.
Por fim, ressalta que já estão sendo tomadas todas as medidas legais cabíveis, tanto de cunho cível quanto criminal, em desfavor dos responsáveis pelas divulgações.

Araguari/MG, 26 de junho de 2019.