O curso oferece uma matriz curricular com foco no desenvolvimento de habilidades e competências necessárias para que o futuro médico possa atuar com profissionalismo, ética e visando a Atenção Integral à Saúde da Pessoa, em todos os ciclos de vida. O currículo é misto, com utilização de metodologias ativas de ensino-aprendizagem e aulas expositivas e dialogadas. 

 

Quanto à infraestrutura, o IMEPAC oferece ao aluno todo o suporte para um ensino de excelência. Os laboratórios de estudos contam com equipamentos de última geração que otimizam o processo de aprendizagem e possibilitam uma ampla compreensão dos conteúdos estudados. 

0
Ambulatorio completo
Atendimentos gratuito, humanizado e de qualidade.
0
Especialidades médicas
60% de aprovação em provas de residência médica em programas de todo o Brasil.
0
Laboratórios
Espaços modernos e com equipamentos de última geração.

Quero mais informações sobre o curso.

Aguarde...
Centro de Simulação Realística
IMEPAC Araguari

Faça Medicina no IMEPAC

O curso de Medicina do IMEPAC vem construindo conhecimento e transformando a vida das pessoas. Com 15 turmas graduadas, já formamos mais de 1000 profissionais de excelência que fazem a diferença em todo o Brasil. Além disso, oferecemos aos nossos alunos um ensino de qualidade por meio de metodologias ativas a fim de que eles coloquem em prática, desde os primeiros períodos, a teoria aprendida em sala de aula. a

  • Corpo Docente com reconhecida experiência acadêmica e atuação no mercado.
  • Ambiente que estimula conexões relevantes entre aluno, empresas e sociedade.
  • Metodologias inovadoras, integrando teoria, prática e troca de experiências.

Medicina do IMEPAC

Conheça mais sobre o curso

O curso oferece uma matriz curricular com foco no desenvolvimento de habilidades e competências necessárias para que o futuro médico possa atuar com profissionalismo, ética e visando a Atenção Integral à Saúde da Pessoa, em todos os ciclos de vida. O currículo é misto, com utilização de metodologias ativas de ensino-aprendizagem e aulas expositivas e dialogadas. 

Quanto à infraestrutura, o IMEPAC oferece ao aluno todo o suporte para um ensino de excelência. Os laboratórios de estudos contam com equipamentos de última geração que otimizam o processo de aprendizagem e possibilitam uma ampla compreensão dos conteúdos estudados. 

As atividades práticas se iniciam desde os primeiros períodos, tendo como cenários as Unidades Básicas de Saúde, o Hospital Santa Casa de Misericórdia e a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Araguari. Já as atividades ambulatoriais são realizadas no Centro Ambulatorial “Dr. Romes Nader”, espaço próprio construído exclusivamente para essa finalidade com 43 consultórios, anfiteatro, sala de exames e salas de aula, com processos informatizados e 100% de atendimento pelo Sistema Único de Saúde.

Especialidades Medicina IMEPAC

Angiologia

Cardiologia

Cirurgia Geral

Clínica Médica

Dermatologia

Endocrinologia

Geriatria

Ginecologia

Monitoramento Puerperal

Nefrologia

Neurologia

Otorrinolaringologia

Pediatria

Pediatria/Endócrino

Pediatria/Pneumologia

Pediatria/Especial

Pediatria/Adolescente

Pequena Cirurgia

Pneumologia

Pré e Pós Operatório

Pré-Natal

Reumatologia

Tabagismo

Tuberculose

Urologia

LGBT

Oftalmologia

imagem-imepac

Ambulatório próprio:
29 especialidades
médicas

imagem-medica

Maior Centro de
Simulação Realística
da América Latina

icone

a 25 minutos
do aeroporto
de Uberlândia

Duração:

6 Anos

Carga Horária Total:
8.220 h

Turno de Funcionamento:
Integral – Semestral

Tempo de Integralização:
Mínimo: 12 Semestres
Máximo: 18 Semestres

Bacharel em Medicina (Médico)

Ato Autorizativo

Reconhecimento

Documento Legal

Portaria SERES 867 de 09/11/2015

Publicada no DOU em  13/11/2015

Publicação

Publicada no DOU em 13/11/2015

Conforme disposto na Resolução CNE/CES nº 3/2014 de 20 de junho de 2014 o curso de Medicina do Instituto Master de Ensino Presidente Antônio Carlos – IMEPAC Araguari, modalidade presencial, tem como perfil profissional um médico com formação generalista, humanista, crítico, reflexivo, ético e capacitado a atuar nos diferentes níveis de atenção à saúde, com ações de promoção, prevenção, recuperação e reabilitação da saúde, nos âmbitos individual e coletivo, com responsabilidade social e compromisso com a defesa da cidadania, da dignidade humana, da saúde integral do ser humano e tendo como transversalidade em sua prática, sempre, a determinação social do processo de saúde e doença, considerando as dimensões da diversidade biológica, subjetiva, étnico-racial, de gênero, orientação sexual, socioeconômica, política, ambiental, cultural, ética e demais aspectos que compõem o espectro da diversidade humana que singularizam cada pessoa ou cada grupo social.

Espera-se, ainda, que o egresso estabeleça vínculo com a população de Araguari e microrregião ou qualquer localidade em que for atuar e conheça suas necessidades de saúde, permitindo maior comprometimento e estímulo para sua fixação nestas localidades, contribuindo para a qualificação do sistema de saúde.

Compreende-se que o egresso formado no curso de Medicina do IMEPAC Araguari deve possuir competências e habilidades nas Áreas de Atenção, Gestão e Educação em Saúde para exercer com excelência a prática da Medicina, a saber:

1 – ATENÇÃO À SAÚDE
I. Acesso universal, sem privilégios nem preconceitos de qualquer espécie e tratando as desigualdades com equidade, levando em consideração as prioridades definidas pela vulnerabilidade e pelo risco à saúde e à vida, respeitando os princípios que regem o Sistema Único de Saúde;

II. Integralidade e humanização com cuidado centrado na pessoa, respeitando as normas, valores culturais, crenças e sentimentos do usuário sob cuidado, sua família e comunidade, com uma percepção abrangente do ser humano e do processo saúde doença, para além do reducionismo biológico, incorporando as suas dimensões psicológicas, sociais e ecológicas;

III. Construção de projetos terapêuticos compartilhados, envolvendo diversos membros da equipe de saúde, com estímulo ao autocuidado e a autonomia das pessoas, famílias, grupos e comunidades e reconhecendo os usuários como protagonistas ativos de sua própria saúde;

IV. Ética profissional fundamentada nos princípios éticos e bioéticos, com tomada de decisões e ações compartilhadas baseadas nas melhores evidências científicas, na escuta ativa e singular de cada pessoa, família, grupos ou comunidades, em defesa da vida e dos direitos das pessoas, assegurando, desta forma, o respeito, a confidencialidade, a segurança e participação do usuário nas decisões individuais e coletivas no que se refere à saúde;

V. Segurança na realização de processos e procedimentos, referenciados nos mais altos padrões da prática médica, de modo a evitar riscos, efeitos adversos e danos aos usuários, a si mesmo e aos profissionais do sistema de saúde, com base em reconhecimento clínico-epidemiológico, nos riscos e vulnerabilidades das pessoas e grupos sociais;
VI. Preservação da biodiversidade com sustentabilidade, de modo que, no desenvolvimento da prática médica, sejam respeitadas as relações entre ser humano, ambiente, sociedade e tecnologias, e contribua para a incorporação de novos cuidados, hábitos e práticas de saúde;

VII. Capacidade de comunicação compreensível, garantindo a inclusão de pessoas com deficiência com empatia, por meio de linguagem verbal e não verbal e estímulo ao relato espontâneo com a pessoa sob cuidado, seus familiares, com a equipe interprofissional e com a comunidade;

VIII. Efetividade no registro de documentos essenciais na prática médica, como prontuários, prescrições e relatórios, e o domínio de tecnologias de comunicação e informação (TICs);
IX. Capacidade de trabalho interdisciplinar de forma integrada, horizontal e cooperativa com objetivos e responsabilidades comuns entre equipe e centrado na pessoa sob cuidado, na família e na comunidade;

X. Busca por sua própria saúde física e mental através de hábitos e vida saudáveis, do autoconhecimento, da capacidade de mediar conflitos nas relações intra e interpessoal e ser gestor do seu tempo;

XI. Competência técnica plena para prestar assistência integral, individual e coletiva, com qualidade e resolutividade, em todos os níveis de cuidado à saúde dos sistemas público e privado, com ênfase no atendimento primário no Sistema Único de Saúde;

XII. Domínio da aplicação do método clínico para realizar anamnese organizada e exame físico com destreza, solicitar e interpretar exames complementares para elaboração de diagnóstico(s), prognóstico(s) e plano terapêutico apropriado, individualizado e compartilhado com uso de pensamento crítico, raciocínio clínico e evidência científica, considerando condições biopsicossociais, nível de atenção do sistema de saúde e relação custo benefício dos procedimentos indicados.;

XIII. Compreensão das Redes de Atenção à Saúde, da Clínica Ampliada, das políticas públicas, e dos programas, das ações estratégicas e diretrizes vigentes, visando a integralidade da assistência na promoção, prevenção, e reabilitação da saúde respeitando as características e necessidades sociais, econômicas, demográficas, culturais e epidemiológicas da região, em nível individual e coletivo; e
XIV. Conhecimento clínico-epidemiológico de riscos e vulnerabilidades das pessoas e grupos sociais possibilitando a realização de atendimentos e procedimentos com segurança para evitar riscos, efeitos adversos e danos aos usuários, a si mesmo e à equipe profissional do sistema de saúde.

2 – ÁREA DE GESTÃO EM SAÚDE
I. Gestão do Cuidado, com o uso de saberes e dispositivos de todas as densidades tecnológicas, de modo a promover a organização dos sistemas integrados de saúde para a formulação e desenvolvimento de Planos Terapêuticos individuais e coletivos, com utilização dos preceitos da Clínica Ampliada como forma de garantia da saúde na perspectiva biopsicossocial;

II. Capacidade de tomar decisões compartilhadas com usuário, família, comunidade e equipe de saúde, contextualizadas pelo uso de indicadores, melhores práticas e evidências científicas, com análise crítica das políticas públicas sociais e de saúde, visando eficiência e custo efetividade no uso apropriado de recurso humano, insumos, medicamentos e tecnologia;

III. Valorização da Vida, com a abordagem dos problemas de saúde recorrentes na atenção básica, na urgência e na emergência, na promoção da saúde e na prevenção de riscos e danos, visando à melhoria dos indicadores de qualidade de vida, de morbidade e de mortalidade, sendo um profissional médico generalista, propositivo e resolutivo;

IV. Liderança exercitada na horizontalidade das relações interpessoais que envolvam compromisso, comprometimento, responsabilidade, empatia, habilidade para tomar decisões, comunicar-se e desempenhar as ações de forma efetiva e eficaz, mediada pela interação, participação e diálogo, tendo em vista o bem-estar da comunidade;

V. Liderança com habilidade em interação com as pessoas de forma empática, responsável, comprometida, participativa e dialogada, exercitada com análise dos contextos interno e externo que propiciem identificar obstáculos, oportunidades e potencialidades para a melhoria da organização do trabalho;

VI. Capacidade de trabalho em equipe, com a construção de uma relação ética, solidária e transformadora entre os sujeitos envolvidos e estimulo para formação de parcerias que aproxime instituições, serviços e outros setores envolvidos na atenção integral e promoção da saúde;

VII. Promoção da comunicação, integrando sempre que possível as novas TICs, para interação a distância e acesso a bases remotas de dados;

VIII. Participação social e articulada nos campos de ensino e aprendizagem das redes de atenção à saúde, colaborando para promoção da integração de ações e serviços de saúde nos diversos cenários de atuação;

IX. Atenção contínua, integral, de qualidade, boa prática clínica e responsável, incrementando o sistema de acesso, com equidade, efetividade e eficiência, pautando-se em princípios humanísticos, éticos, sanitários e da economia na saúde; e
X. Construção participativa do sistema de saúde, de modo a compreender o papel dos cidadãos, gestores, trabalhadores e instâncias do controle social na elaboração da política de saúde brasileira;

3 – ÁREA DE EDUCAÇÃO EM SAÚDE
I. Comprometimento com seu processo formativo, envolvendo-se em ensino, pesquisa e extensão, levando em consideração as mudanças sociais e científicas que afetam o cuidado e a formação dos profissionais de saúde, a partir de processos de autoavaliação e de avaliação externa dos agentes e da instituição, promovendo o conhecimento sobre as escolas médicas e sobre seus egressos;

II. Autonomia no processo de autoaprendizagem, como forma de construir sua identidade profissional, desenvolvendo a capacidade de “aprender a aprender” de forma permanente e continuada, com identificação de conhecimentos prévios, desenvolvendo a capacidade de formular hipóteses explicativas, buscando a curiosidade, formulando questões e buscando respostas cientificamente consolidadas, ressignificando os conhecimentos e criando a identidade profissional;

III. Aprendizado com autonomia e com a percepção da necessidade da educação continuada, a partir da mediação dos professores e profissionais do Sistema Único de Saúde;

IV. Responsabilidade com o aprendizado interprofissional, por meio da troca de saberes e reflexão da prática com os profissionais da área da saúde, respeitando o conhecimento prévio e o contexto sociocultural de cada um, contribuindo para o aprimoramento da colaboração e da qualidade da atenção à saúde;

V. Experiência e aprendizado em treinamento em ambientes protegidos e controlados, utilizando a simulação de fidelidade baixa, intermediária e alta, como suporte pedagógico, com o objetivo de identificar o erro, avaliá-lo a partir da reflexão e posterior modificação de suas práticas reais, garantindo maior segurança a pessoa sob seus cuidados e favorecendo a educação de profissionais de saúde;

VI. Responsabilidade e compromisso com a educação e treinamento das futuras gerações de profissionais, proporcionando benefícios mútuos entre os futuros profissionais, os profissionais dos serviços, aprimorando a colaboração e a qualidade da atenção à saúde;

VII. Desenvolvimento e realização de ações de educação em saúde, em nível individual e coletivo, voltadas para manutenção de hábitos saudáveis de vida, promoção da saúde e prevenção de doenças;

VIII. Compreensão da importância da preservação da biodiversidade com sustentabilidade no desenvolvimento da atenção integral à saúde, considerando as relações entre o ser humano, o ambiente, a sociedade e as tecnologias, como forma de incorporação de novos cuidados, hábitos e práticas de saúde;

IX. Domínio da língua franca e de uma língua estrangeira, de preferência língua inglesa, para manter-se atualizado com as evoluções teóricas e práticas da medicina, com os avanços tecnológicos da área, para se comunicar com profissionais de saúde de outras partes do mundo e para difundir internacionalmente as conquistas científicas brasileiras.

X. O curso de Medicina possui uma matriz de competência (ANEXO I), documento complementar ao PPC aprovado pelo Colegiado, no qual constam todas as ações chaves e o desempenho esperado do aluno em cada área de competência, observado o disposto no Capítulo II da Resolução CNE/CES nº 3/2014, matriz está amplamente divulgada entre docentes e discentes, sendo norteadora das ações de planejamento da verificação do rendimento dos estudantes e o desenvolvimento do perfil do egresso aqui proposto.

Nome: Prof. Dr. Marcelo Cardoso de Assis

Experiência Acadêmica:

  • Doutor em Medicina – Área de Concentração – Neurologia. Universidade de São Paulo (USP). Ano de Conclusão: 2000, Tese: Ecografia Transfontanelar com Fluxo a Cores em Recém Nascidos Prematuros. Orientador: Prof. Dr. Helio Rubens Machado.
  •  Mestre em Medicina – Área de Concentração – Neurocirurgia. Universidade de São Paulo (USP). Ano de conclusão: 2003. Dissertação: “Medida de Velocidade de Fluxo nas Artérias Cerebrais antes e após o Tratamento Cirúrgico da Hidrocefalia” – Orientador: Prof. Dr. Hélio Rubens Machado.
  •  Graduação em Medicina – Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte – MG. Ano de conclusão: 1979.
  •  Especialização em Neurologia – Modalidade: Residência Médica – Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte – MG. Ano de Conclusão: 1982.
  •  Especialização em Neurocirurgia – Modalidade: Residência Médica – Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – MG. Ano de Conclusão: 1982.
  •  Especialista em Neurocirurgia pela Sociedade Brasileira de Neurocirurgia e Associação Médica Brasileira.
  •  Especialista em Neurologia com registro no Conselho Federal de Medicina.
  •  Especialista em Neurocirurgia com registro no Conselho Federal de Medicina.

 

Experiência Profissional:

Acadêmica:

  • Professor Colaborador – Disciplina de Neuroanatomia da Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Ano 1980 – Responsável: Prof. Augusto Virgílio Fonseca.
  •  Professor Colaborador – Disciplina de Neurologia da Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Ano 1980 e 1981 – Responsável: Prof. José de Araujo Barros.
  •  Professor concursado da Disciplina de Neurologia do Departamento de Cirurgia da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Uberlândia – Ano 1986 a 2011.
  •  Professor Convidado da Disciplina de Neurocirurgia do Departamento de Cirurgia da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (USP) – Período de 1990 a 1994.
  •  Preceptor de Residência Médica em Neurocirurgia do Hospital de Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Uberlândia. Período de 1986 a 2002.
  •  Preceptor de Residência Médica em Neurocirurgia do Hospital de Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (USP) – Período de 1995 a 2000.
  •  Preceptor Colaborador da Residência Médica em Radiologia – Setor de Ultrassonografia – do Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia – Período de 1990 a 2008.
  •  Professor Titular da Disciplina de Clínica Médica e Cirúrgica – Setor de Neurologia – da Faculdade de Medicina da Universidade Presidente Antonio Carlos – Período: desde 2009.
  •  Preceptor do Internato em Ambulatório Didático de Práticas Médicas – Setor de Neurologia – da Policlínica da Secretaria de Saúde do Município de Araguari e Faculdade de Medicina da UNIPAC – Período: desde 2009.
  •  Coordenador da Disciplina de Clínica Médica e Cirúrgica da Faculdade de Medicina da UNIPAC-Araguari (MG) – Período: de 2009 a agosto de 2012.
  •  Coordenador Geral do Internato.
  •  Avaliador de Artigos Científicos da Revista Médica “Arquivos de Neuropsiquiatria”, revista indexada nacional. Período: desde 1999.

Gestão no Ensino Superior:

  • Fundador e Coordenador do Setor de Neurossonografia do Departamento de Radiologia do Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia – Período 1988 a 2008.
  • Coordenador da Disciplina de Neurologia da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Uberlândia (UFU) – Período de 1992 a 2002.
  • Membro Titular da Banca Examinadora do Concurso de Residência Médica na área de Neurocirurgia do Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia de Uberlândia (UFU) – Período: 1990 a 2000.
  • Presidente da Comissão Julgadora em Concurso Público Docente do Departamento de Cirurgia – Área de Neurocirurgia – da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Uberlândia (UFU) – Realizado no período de 15 a 17 de dezembro de 1993.
  • Presidente da Comissão Julgadora em Concurso Público Docente do Departamento de Cirurgia – Área de Neurologia – da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Uberlândia (UFU) – Realizado no período de 15 a 16 de abril de 1996.
  • Presidente da Comissão Julgadora em Concurso Público Docente do Departamento de Cirurgia – Área de Neurocirurgia – da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Uberlândia (UFU) – Realizado no período de 15 a 17 de dezembro de 1993.
  • Membro da Comissão Julgadora em Concurso Público Docente do Departamento de Cirurgia – Área de Neurocirurgia – da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Uberlândia (UFU) – Realizado no período de 27 a 28 de setembro de 2012.

Não Acadêmica:

  • Fundador e Membro da Primeira Diretoria da Associação Mineira de Médicos Residentes (AMIMER) – Belo Horizonte – 1980 a 1982.
  •  Vice-Delegado do Conselho Regional de Medicina de Minas Gerais – Seccional de Araguari (MG) – 1989 a 1990.
  •  Diretor Científico da Associação Médica de Araguari – Araguari (MG) – Gestão 1988 a 1990.
  •  Diretor Clínico do Instituto de Imagens em Medicina em Araguari – Araguari (MG) – Período: 2004 a 2010.
  •  Diretor Clínico do Centro de Tomografia Computadorizada em Araguari – Araguari (MG) – Período: 2000 a Maio de 2012.
  •  Médico Assistente do Serviço de Neurocirurgia do Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (UFU) – Período de 1986 a 2006.
  •  Médico Assistente, Concursado, do Serviço de Neurocirurgia do Hospital de Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP) – Período de 1989 a 1995.
  •  Membro do Conselho de Administração do Hospital Santa Casa de Araguari – Araguari (MG) – Período: Desde 2011.

 

Horário de funcionamento:
Segunda, Terça e Quinta
07h30 às 12h30 e 14h30 as 17h30

Quarta das 07h30 as 12h30

Telefone: 3249-3900 ramal 970
Email: direcaomedicina@imepac.edu.br
Assistente Administrativa: Ana Paula G. da Cruz

NomeTitulaçãoRegime de TrabalhoTempo na Função
Henrique Pierotti ArantesDoutorIntegralDesde 2017
Experiência Acadêmica e Profissional

O Prof. Dr. Henrique Pierotti Arantes, Coordenador do curso de Medicina, modalidade presencial, possui os seguintes títulos:

I. Doutorado em Ciências da Saúde, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) – na cidade de São Paulo, ano de conclusão 2017, Sob a orientação da Prof. Dra Marise Lazaretti Castro;
II. Mestrado em Ciências da Saúde, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) – na cidade de São Paulo, Ano de conclusão 2011 Dissertação: “Análise da eficácia terapêutica do uso de PTH (1-34) em um paciente portador de Osteoporose Pseudoglioma”, sob orientação da Prof. Dra Marise Lazaretti Castro;
III. Especialização em Processos Educacionais da Saúde com Ênfase em Tecnologias Educacionais Construtivistas, Instituto Sírio-Libanês de Ensino e Pesquisa – na cidade de São Paulo, ano de conclusão: 2017.
IV. Graduação em Medicina, Universidade de Taubaté (UNITAU) – na cidade de Taubaté, Ano de conclusão: 2002.

EXPERIÊNCIA DO COORDENADOR NA GESTÃO ACADÊMICA
O Prof. Dr. Henrique Pierotti Arantes, coordenador do curso de Medicina, modalidade presencial, possui experiência na gestão acadêmica de 8 anos, a saber:
I. De 20 de fevereiro de 2015 a 12 de março de 2017: Instituição IMEPAC (Subcoordenador do Curso de Medicina);
II. De Setembro de 2011 a março de 2017: Membro do NDE do Curso de Medicina do IMEPAC Araguari – MG.
III. De março de 2017 a Atual: Presidente do NDE do Curso de Medicina do IMEPAC Araguari – MG.

EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL DO COORDENADOR
O Prof. Dr. Henrique Pierotti Arantes, coordenador do curso de Medicina, modalidade presencial, possui experiência profissional de 16 anos, a saber:
I. Da formatura em 2002 até a finalização dos 2 Programas de Residência Médica supracitados, atuou como médico no Hospital Universitário da Universidade de Taubaté por 2 anos durante a Residência Médica em Clínica Médica e no Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia na Residência Médica em Endocrinologia.
II. Desde 2006 atendendo como Médico endocrinologista em consultório próprio.
III. De fevereiro de 2014 a atualmente – Membro da Comissão de Ética Médica do Instituto Master de Ensino Presidente Antônio Carlos – IMEPAC Araguari – MG.

horário de funcionamento: Segunda à sexta das: 07h às 11h, 13h às 17h
telefone: 3249-3942
email: medicina@imepac.edu.br
Supervisora: Cristiane A. Sakayemura
Assistentes Administrativas: Flavia B. de Paula

  •     Laboratório de Anatomia I
  •     Laboratório de Anatomia II
  •     Laboratório de Patologia e Técnica Cirúrgica
  •     Laboratório de Técnica Dietética e Processamento dos Alimentos
  •     Laboratório de Histologia
  •     Laboratório de Químicas, Bioquímicas e Imunogenética
  •     Laboratório de Microbiologia e Parasitologia
  •     Laboratório de Farmacotécnica, Farmacognosia e Botânica
  •     Laboratório de Fisiologia e Avaliação Nutricional
  •     Laboratório de Biologia Celular e Embriologia
  •     Laboratório de Semiologia e Habilidades I
  •     Laboratório de Semiologia e Habilidades II
  •     Laboratório de Semiologia e Habilidades III
  •     Laboratório de Semiologia e Habilidades IV
  •     Laboratório de Semiologia e Habilidades V
  •     IML
  •     Almoxarifado
  •     Sala Técnica
  •     Acervo

Laboratórios Especializados do Curso

Precisando de uma ajudinha?

Sinta-se a vontade
para entrar em contato conosco

Nossa equipe de suporte, está disponível para tirar todas as suas dúvidas sobre qualquer assunto relacionado aos seus acessos ou sistemas da IMEPAC

Para um contato rápido
Envie um e-mail abaixo para nossa equipe

Newsletter
Saiba tudo sobre o IMEPAC antes de todo mundo.

Receba nossa Newsletter, é só por e-mail, é rapidinho.

Eventos exclusivos, palestras, conteúdo sobre mercado, inovação e educação.

Aguarde...
Precisa de mais ?

Ainda não encontrou o que buscava?
Separamos mais links para você